roupa íntima


Green lightEntão me pego pensando em como escrever sobre aquele sutil momento em que não é preciso um espelho pra refletir o nosso bem.Tem bem no sorriso, nos olhos, nas mãos, no andar. Em dias assim, acordamos fazendo sentido e dormimos sentindo tudo. Em dias assim, o blush é pó de alegria, marca de beijo no rosto, vergonha tímida de um elogio. Em dias assim, a moda somos nós, nossos sorrisos, nossos cabelos marcados de uma noite bem dormida. Em dias assim, somos o outro lado do espelho, somos sangue que pulsndo vida, somos a nossa roupa íntima. Nosso corpo ecumênico, recebe a fé de qualquer tendência, o gosto de qualquer perfume, o cheiro de qualquer presença. Afinal, em dias assim nada importa. No final, a palavra, o gosto, o cheiro é nosso. Nosso bem. Nós, mulheres. -isabellecristhinne 

Comentários

Aline V. Melo disse…
Lindooo... AMEI!!!

=)

Você escreve muito bem!

Beijão
Aline V. Melo disse…
Pessoal... a campanha "Não foi acidente" está precisando da sua colaboração!
Basta assinar a petição para que seja encaminhada aos nossos políticos e assim algumas leis de trânsito sejam alteradas, acabando com a impunidade de motoristas embriagados que tiram vidas...
Basta clicar no link abaixo para conhecer e ler a petição e assinar o abaixo assinado! Vamos lá, ainda faltam muitas assinaturas!!!

http://naofoiacidente.org/site/assine/

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito