Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

e a dança...

No começo, tudo é empolgação. É a vontade de de fazer de qualquer jeito misturada com a preguiça e a conformação de que ainda terá tempo para aprender. O mundo que tem a dança como atmosfera é curioso, intrigante ao ponto de te conquistar de uma maneira forte. Até os movimentos saírem ritmados e naturalmente é necessário repeti-los incontáveis vezes e, por mais que elogios sejam feitos, enquanto não se tiver o domínio sobre o corpo, sempre será necessário mais aulas e mais ensaios.
A dança é um ateliê. E são tantos os que a procuram que o difícil não é ter os instrumentos necessários e sim achar a sua maneira de usá-los. Uma das dificuldades está nessa busca, por isso, muitos desistem e a deixam para trás. Primeiro, se entra na dança. Depois, a dança entra em você e em muita gente. É o seu trabalho moldá-la, explorá-la até fazer dela uma parte de seu corpo. Enquanto isso não acontece, continua-se a dançar e com a primeira dificuldade, o desejo de deixá-la e maior que a insistência que…