Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

agonia

Imagem
Teve uma noite que fez tanto calor, mas tanto, que não teve ventilador que desse jeito, nem ar-condicionado que aquietasse minha agonia. E quem me conhece sabe que quando tiro pra ter agonia de uma coisa,  não consigo ficar parada vendo aquilo me consumir, sem ao menos reclamar uma vez sequer, mesmo que não dê jeito. Era madrugada, sei lá que horas, estava sozinha e não tinha ninguém ao lado pra dizer agoniadamente: vou morrer de calor. Morrer, com orgulho de quem esquece o que a mãe diz pra nunca dizer que vai morrer de algo, de fome, de sede, de preguiça. Mas de calor é justificável, acredito. Levantei, tirei o pijama como se fosse o motivo e me joguei na água gelada. Literalmente, me joguei, sem nem antes fazer uma horinha, colocar primeiro a mão, depois o braço, depois um ombro, num ritual sem sucesso no qual a água não vai ficar menos gelada, mas mesmo assim, faço toda vez. Naquela noite, eu me joguei com cabelo e tudo. Fechei os olhos e mentalizei uma piscina vertical. E lá fiq…

gente com gente

Imagem
Tenho uma mania e tenho consciência disso e não deixo de ter, de cultivar pessoas. Elas surgem e de alguma forma se encaixam nas minhas rotinas desordenadas, ou se não se encaixam, dou um jeito de encaixá-las. É isso, tenho mania de dar um jeito nas coisas. E esse jeito, muitas vezes, é dado de qualquer jeito, precipitado, causador de impressões erradas que seriam evitadas se eu tivesse um pouco mais de paciência e deixasse as coisas se ajeitarem sozinhas. Mas não tenho tanta paciência assim pra esperar o prazer independente das coisas. Fico dando uma ajudinha e essa ajudinha se perde no papel de ajuda e vira mandante. Não que eu saia mandando no rumo das relações e deixando de muito palavra, não saio mandando nas pessoas. Sou indecisa pra muita coisa, pra não dizer quase tudo, mas em relação à relações , faço uma guerra com minhas interrogações, enfio cada uma num canto sem luz e tento, tento tão bem, que me faço acreditar que sei o que quero. Na prática constante disso, de fato pass…