Coração, perdi a paciência de esperar as coisas passaram. A saudade passar, ele passar, de você perder essa porcaria de mania de ficar se amolecendo pelos cantos. Eu tou com uma vontade imensa de matar você, de te cortar em pedacinhos e tocar fogo. Como eu faço?
Tudo bem. Te dou mais uma chance para ficar bem logo. Ouviu, né? LOGO.

Comentários

Vênus, Vanessa. disse…
A gente pede para as coisas irem e passarem logo, mas elas entendem que queremos que demore.
F. Reoli disse…
As doses costumam durar tempo suficiente pruma ressaca no outro dia. Curti seus escritos, baby. Beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito