Por favor, meu óculos não!

meu chamativo enfeite de rosto
.
Ainda me restavam alguns defeitos nos olhos que me permitiam usar óculos por motivos de saúde. Hoje, depois de esperar duas horas lendo revistas do ano passado numa clínica especifíca para problemas de visão, a médica veio me dizer o que eu menos esperava:
-Querida, você está forçando a sua visão com esse óculos.
Ah, ótimo. Acordei três dias seguidos com dor de cabeça, tendo a sensação de que meus olhos estavam sendo chutados e me acostumando com o possível aumento das mazelas oculares, ela chega na maior e me diz isso?

Depois da notícia, só me restou encher de perguntas aquela médica com jeito de surfista hippie, na tentativa de convencê-la que eu tinha que usar óculos. Estou começando a me convencer que meu destino ocular foi escrito com caneta permanente e está tão, mas tão bem escrito que até as pessoas mais esperançosas dirão que é mais fácil renascer com outros olhos do que esperar que as menores letrinhas não sejam lidas. A médica colocou um aparelho nos meus olhos, desligou a luz do consultório e começou a colocar as letrinhas na parede. A primeira letra, um P que quase tomou a parede toda, apareceu como uma mensagem: se você não conseguir ler essa letra, você está Perdido. Ela ia diminuindo e eu ia lendo. Para ficar mais emocionante, quando as letras começaram a ficar minúsculas, eu comecei a demorar para falar. Quando ela já estava acendendo as luzes, eu soletrava letra por letra. Ela me olhava com uma cara de 'você está fazendo hora comigo!', mas, tem dias que acordo com vontade de ler tudo antes de me pronunciar sobre algum assunto. Azar o dela, se a consulta foi marcada em um dia desses. Até que chegou no fim da linha com umas letras que mais pareciam formigas; um mega desafio para o meu irmão que usa óculos desde bebê, um desafio quase perdido para os meus avós que fizeram uma cirurgia de catarata, um desafio até para as primas pequenas que não saberiam dizer se eram formigas ou letras mesmo, mas não foi um desafio pra mim. Eu li as malditas letras sem a ajuda de nenhum grauzinho, com os olhos limpos e sem graça. A última sequência de letrinhas também escondia uma mensagem subliminar. Uma sequência de G R V P C dizia: Grande Retardada, Vá Para Casa, por que você não precisa estar aqui.
Já no final, quando minhas esperanças já estavam agonizando e se preparando para a morte, perguntei onde estava o estigmatismo e a hipermetropia que morava em mim há alguns anos. Ela disse que a hipermetropia fugiu com o último namorado que eu tive. Como ele já era meio cego, a hipermetropia preferiu ficar com ele e com aqueles olhos lindos (sim, chega de nostalgia). Já o astigmatismo cansou de mim. Ele percebeu que morando nos meus olhos não ia avançar muito na vida, não ia crescer, nem aumentar, nem nada. Foi embora e deixou só algumas lembranças. Tão poucas que não fazem precisar de óculos!
Quando já estava saindo daquele consultório mortífero, ela ainda olhou para mim e disse: vamos fazer um teste? Passe três meses sem nem lembrar desses seus óculos e veja que tudo ficará melhor.

p.s: depois de quase enfiar o cartão do plano de saúde no pescoço dela, numa atitude ameaçadora, ela disse que se eu quisesse continuar usando os meus enfeitos de rosto bastava colocar lentes planas e sem grau nenhum! Olha que maravilha! Ao dizer isso, todas os meus pensamentos assassinos se dissiparam e eu até disse um até logo bem simpático. Gostei dessa médica.

Comentários

Bruno.Salazar disse…
hauhauah muito bom!!
Felizmente eu acho que tenho problemas com as letrinhas formigas..
e preciso dos oculos pra corrigir o tal astigmatismo pra conseguir lê-las

gosto desses enfeites pro rosto!

é estranho olhar no espelho de manhã e quase gritar por achar que é um estranho.. ai coloco os oculos e digo: "ah é.. esse sou eu.."

Adorei o texto

Beijos!
Michele S. disse…
Se eu ficar por um dia que seja forçando a vista ganho de presente a querida dor de cabeça!!!

Lembro que nunca quis usar óculos, daí me dizem até hoje:
- Use lente de contato!

Mas eu prefiro os óculos, são mais legais!
rs rs rs rs... Sinto falta da minha lupa vermelha!!!

Beijos =D
Erica Ferro disse…
Hahahaha!
Que engraçado, ri muito!

Ah, eu adoro meus óculos, sério. E realmente preciso deles, não enxergo direito sem eles, hehe.

Beijo.
iehaueaeh, adoreei! que pena que eu não ouvi a mesma coisa do oculista... =(
Fe disse…
E eu gostei desse textoooo! Ficou d+!
E que bom que seus olhos melhoraram, pelo menos agora tu só usa óculos qndo quiser né? heheh

bjaooo =)
thais motta ~ disse…
hahaha , eu tb era assim quando mais nova . Era doida pra usar óculos . Até que um dia , eu fui a uma consulta e REALMENTE precisava , agora que uso , não fou muita bola e as vezes acho um saco :P

Mas escolhi um bem chamativo , vermelho :D

Já que tem que usar , que seja com estilo .

Um beijo moça!
Mr. Zeppelin disse…
Não me pergunte o porquê mas sempre achei que mulheres de óculos são mais sexy, hsuhushau... ¬¬
Morro de vontade de usar, adorei a idéia de usar um com lentes planas e sem grau. xD

PS: Gostei do novo design, apesar de estar acostumado com o antigo. ^^
camillecramos disse…
RÁ! Eu uso óculos desde menininha e fui a primeira dos primos e irmãos... Me lembro que me chamavam de 4 olhos (maldade).

A primeira vez que coloquei meus óculos foi atormentadora. Não sabia quão forte eu tinha que dar o passo, porque perdi totalmente a noção de espaço.

Hoje a primeira coisa que faço ao acordar (antes mesmo de abrir os olhos) é passar a mão no criado mudo para buscá-los...

Já tive astigmatismo e hipermetropia também, mas também quiseram ir embora, como os seus. Hoje a miopia me acompanha, e eu me pergunto se um dia vou ter a coragem de operar e parar de usar óculos...

Acho que não...

O layout ficou legal, apesar de eu também estar acostumada com o anterior.
Karina Lie disse…
aaaah! meus óculos continuam aqui, poxaa!
sempre quis usar oculos qnd pequena, mas nunca precisei, chorava pra minha mãe pedindo pra me levar pro oftalmologista. e foi o que acabou acontecendo as uns 4 anos atras.
muita dor de cabeça, mto cansaço e mto aumento de grau! hoje, impossivel andar sem oculos, ler sem oculos, e a miopia, nunca vai embora. õ/
mas eu me divirto com meus oculos, sempre coloridos e felizes!

:*

obs - tem um oculos que vc ia amar, já que percebi qeu vc gosta. ele tem as perninhas que trocam, de váriiias cores, coisa mais linda! ^^

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito