O que seria da poesia se todos descobrirem o que é amor?


Eu não sei o que é amor. Já achei que fosse algo que se sentia quando se está com alguém, mas sinto tantas coisas longe de tantos alguéns. Já achei que fosse o contrário do ódio, mas não sei se já odiei alguém a ponto de amá-la. Meus ódios costumam passar ou serem esquecidos. Tive quase a certeza que o amor viria junto com aquele que me fizesse chorar de saudade, mas eu já chorei de saudade mesmo estando ao lado de alguém. Me senti sozinha abraçando alguém. Amor não é isso. Pensei que o amor fosse aparecer por acaso, mas o acaso perdeu o meu endereço. Faz um tempo, que antes de acaso chegar, eu preciso dizer nome, telefone, onde moro e quando o tempo ajuda, dizer o que vim fazer no mundo. Tive quase a certeza de que só se tem um amor na vida, porém aprendi que se tem quantos amores o coração suportar. Também, quis acreditar que a profecia do "que dure para sempre" só funciona com o primeiro amor que faz você ir dormir sorrindo, acordar pensando e passar o dia querendo. Mas, o meu primeiro amor fugiu sem nem dizer para onde, mas para sempre ele viajará pelo meu pensamento buscando uma parada, um sossego. Não se esquece pessoas, adormece-as na memória. Daí vem as insônias.

Na verdade, eu não sei dizer o que é amor.
Saber eu até sei. Sei quando ele já está em mim, quando insiste em ir embora e quando vai fixar morada até o meu fim.
Só não sei onde ele está, nem onde se encontra e nem como se pega.

O que seria da poesia se todos descobrirem o que é amor?
Os versos ficariam mais tristes, conformados e acabariam no ponto final mais próximo.
Os jovens não podem se conformar com qualquer coisa que dizem sobre o amor.
O amor é amigo do tempo, da idade e da memória.
Alegria de amor, dor de amor, choro de amor, momentos de amor não se esquece, já percebeu?
O tempo precisa passar para cada idade ter o seu amor.
Ah! Parem de ler e vão amar, é bem melhor.
É, amor, você é uma tempestade.

Comentários

Erica Ferro disse…
Você ARRASA, já disse!
Esse texto FICOU DEMAIS MESMO!
Parabéns, foi um dos mais lindos e profundos que vi aqui (e olhe que eu já vi MUITOS textos sensacionais aqui!).

O amor é esse doce mistério mesmo!

Até mais, tô indo amar... ♥

:*
Fernanda disse…
O amor é tempestade que nos deixa molhados de poesia...acho que as poesias mais sinceras são as feitas de amor.
Fe disse…
O amor é mesmo algo indefinível.
Mas no fundo todo mundo ama o amor. hehhee

ah! amei isso: Não se esquece pessoas, adormece-as na memória.
Concordo plenamente ;]

bjsbjs ;**
.Leonardo B. disse…
Assim cantavam o Seu Sérgio e o Seu Milton...


Ah, quanto eu queria navegar
Pra sempre a Barca dos Amantes
Onde o que eu vi me fez vogar
De rumos meus, a cais errantes...

... [ao amor] que é a única e impronuciável palavra da poesia!

Um imenso abraço
abraçimenso

Leonardo B.
Michele disse…
Gostei muito do texto!
Melhor que ficar questionando o que é o amor é deixar ele te pegar de surpresa!

O mundo é minúsculo, uma bola de neve!
É muita coincidência!
Então, se eu for passar janeiro aí, eu te aviso!
Tô procurando o ROSA aqui em SP, ainda não tive sucesso...

Beijos pra ti Isa!
a tempestade de que vc fala talvez seja da juventude, quando o instinto reprodutivo se fantasia de amor.

o amor marital é edificado na convivência do casal, e se consolida a longo prazo.
MENINA LESBICA disse…
lindo,lindo, amei seu testo..

parabeens
Mallú disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Flor disse…
amor é um bilhetinho dentro da mochila com um bombom, dizendo que a camiseta vermelha está linda.
amor é quando você liga só pra escutar a voz da outra pessoa, ou quando manda uma mensagem no celular de boa noite/bom dia.
é quando num dia de muito calor manda um recado dizendo: -te pego às 20h pra tomarmos um sorvete.
ou então num dia de frio, fazer um convite irrecusável: tem um filme legal aqui e meu endredom é de casal.
é beijar roubando, é abraçar apertado e demorado.
é dançar mesmo se não tiver música.
é andar de mão dada, só porque se quer andar de mão dada...
é sorrir largamente quando vê aquela pessoa vindo na sua direção.
é tanta coisa... entede???
e sabe de uma coisa? a gente faz tudo isso, mas faz tudo dar errado depois...
um beijo,
seu escrito realmente é lindo.
Sara disse…
Que texto lindo, um dos mais bonitos que já vi. Me identifiquei tanto com ele. Se você for escritora algum dia, não deixarei de comprar nenhum livro :P
Mas o que é o amor, senão o fogo que arde e não se vê...
Se amar não fosse sofrer, não teria graça e se acabasse mesmo no primeiro ponto final, não valeria a pena né?
Bella :) disse…
que coisa linda! amei o texto. :)
Meysa disse…
Amor... sentimento que nos faz sentir tudo sem que possamos defini-lo.
João Medeiros disse…
http://www.youtube.com/watch?v=MDsaQhxvXS4

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito