o que você quer ser?

A da esquerda já sabe ler, a do meio escreve e a da direita está aprendendo a escrever.
.
.
A professora chegou na sala e perguntou:
-O que vocês querem ser quando crescer?
-Médica!
-Vou cuidar de animais!
-Piloto de avião!
-Calma, gente! Sem gritaria! Quero que cada um escreva num pedaço de papel o que quer ser.
-Professora, posso escrever com lápis?
-Você quer que seus sonhos sejam apagados por uma borracha?
-Não, professora.
.
.
As crianças terminaram de escrever e colocaram os textos em uma pasta. A professora foi lendo e viu crianças querendo seguir a profissão dos pais; outras querendo ser médicos, veterinários e professores. Muitas não sabiam nem como era ser advogado; não sabiam o que um contador fazia, nem como era a rotina de um jornalista, mas queriam ser. Ainda teriam tempo para pensar e repensar no que iriam fazer na vida. No entanto, um texto prendeu a atenção da professora. Estava escrito a lápis e era do menino mais inquieto da sala. Por trás da criança que falava a aula toda, que não fazia a tarefa de casa, estava um sonhador. Aí vai o texto:
.
.
Não sei o que eu quero ser, mas penso em ser um mágico. Assim transformaria raiva em alegria, a tristeza em amor e os carros em vassouras voadoras. Fecharia o buraco da camada de ozônio que a professora de ciências tanto fala e proibiria o homem de destruir as coisas. Penso, também, em ser astronauta. Pegar nas nuvens, ficar perto da lua e ver as estrelas. Meu avô diz que os astronautas conseguem voar sem asas e quando eu for um, vou fazer isso. Mas eu ainda não tenho cartola nem varinha para ser um mágico e sou muito pequeno para ser um astronauta. Enquanto não fico grande, vou ser escritor. Assim, eu sou quem eu quiser.
.
.
beijo torto!

Comentários

Aline V. disse…
eu quis ser tanta coisa quando era criança... bailarina, atriz, veterinária, publicitária.... no fim acabei virando enfermeira....hehehe

beijokas
Amanda Luíze disse…
O que nos possibilita a imaginação e a possibilidade de expô-la? O mundo.
Escrever requer muitos desejos, muita memória, muito sentimento ou, em contrapartida, "nada" dentro de si... só basta ter emoção o bastante para fazê-lo.

Adoro escrever.

Beijão
Daalana disse…
Isso me fez me lembrar de mim mesma!Não faço a minima idéia do quero ser, o vestibular chegando , e eu to perdida!
Quero escolher uma coisa que eu me sinta realizada e feliz!
mais até láá vo continua escrevendo e estudando :D
beeijos:**
criança tem disso mesmo.

piora com o tempo.

*-*
marcos
Tiago P. disse…
Que lindo esse post. Promete que quando for lançar seu livro, me avisa pra eu pedir um autografado? (eupagotá)
em uníssono com o Tiago, eu também quero um livro teu: eupagotá!

registre-se em cartório, com firma reconhecida.
parabéns.

cada vez mais delicioso.

não tenho nem palavras.
(e isso é raro)
Nine disse…
Ser o que quiser...
com reticencias no final..
e sempre acrescentar à frente...novas palavras...notas de rodapé...
queria a mágica da borracha...do lápis...
apagar e refazer...transformar tristeza em sorriso...

Texto maravilhoso!!!
AMEIIIII...
bjo
=D
os 3 rostinhos são a simpatia em pessoa

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito