Coisa do Outro!


Palavras nascem para serem lidas.
Palavras escondidas na gaveta são que nem bebês de proveta.
Apenas existem, mas não vivem.
Enfim, não vou, mesmo querendo, analisar aqui o ciclo de vida e união das letras.

Coisa do Outro surgiu na ousadia de saber as coisas dos outros.
É fácil, você pega um texto de outra pessoa (você é um outra pessoa pra mim, então se inclua nessa!), manda para o email coisadooutro@hotmail.com, espera o seu o seu texto ser lido, relido, corrigido, analisado, investigado, pensado, refletido, desdobrado, desamassado, virado ao avesso e pronto, o mundo inteiro conhecerá suas palavras!

Obs: Isso foi uma grande hipérbole, foi só pra causar impacto e demonstrar seriedade. O blog começou há uma hora. No email não tem texto algum. Então, o que for enviado, com a mesma rapidez que acontece uma queda no banheiro de chão molhado, o texto será postado - óbvio que após ser pelo menos um mísera vez, só pra ter conhecimento de causa.

O principal, e até agora único, critério do Coisa do Outro é o uso correto do idioma usado. Mas, caso seu texto seja uma vanguarda em termos de novas formas de linguagens, ou algo diferente de tudo já visto, avise os outros sobre isso. Fazendo isso, qualquer vírgula pode começar uma frase.
O email está lá vazio, mande seu texto. Se o mundo não ler, ao menos, uma pessoa lerá, eu! (Hora de usar o ditado que diz: de centavo a centavo, chega-se a um milhão. Só esquecem de dizer quem vai contar os centavos depois!)
Quem inaugurou o blog foi o cearense Batista de Lima. Não, ele não é meu parente e nem mandou para o email. Ah! Se você gostar muito de um texto, pode mandar também. Hoje, assisti a um debate sobre Jornalismo Literário e Batista de Melo era o convidado especial. Se é um escritor de mão cheia, eu não sei, mas vi que é um escritor de mão grande e cabeça cheia de palavras!
beijo torto! : )
Chapéu, querido, você ganhou um irmão!

Comentários

Bertonie disse…
MLDLS!!!
É por isso que eu te amo, Isabelle Cristhinne. Sua inteligência é demais pra mim!!!
Tem uns textos de desde que o Lula tava pensando em entrar pra política - mentira! - aqui dentre os meus documentos que eu nunca postei pelos textos num terem muito a ver com meu blog, etc. Rs, Rs.
Vou enviar meu texto, ouk?
BJS, BJS.



beigos mil

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito