metáfora.


Somos hóspedes de um planeta.
Hóspedes que chegam, fazem morada e vão embora.
Viramos público de um palco onde o bem e o mal disputam a supremacia.
Viramos vilões do bem e protagonistas do mal lutando para deixar a vida viva.
E só deixamos de ser hóspedes, quando não mais precisamos atuar.
Então não se preocupe.
A morte só aparece quando deixamos de viver.


Comentários

Caio Timbó disse…
Adorei!!
Sermos atores e ,ao mesmo tempo o, público que assiste de camarote essa peça chamada vida.

bjo!!
Dica disse…
Me encantei. ;)
Linda rua, querida.

"Hóspedes que chegam, fazem morada e vão embora."

Cheguei, vou fazer morada e não pretendo ir embora.
Volto!
pow profundo hein seu texto...
pow to comentando nos blogs das pessoas com sem intençao de vc ir no meu, mas se vc quiser ir nao tem problema haushuhas...
www.mafiadospapagaios.blogspot.com
depois ve la...
e tbm se quiser me add no msn
rapha_ceizs@hotmail.com
Tiago P. disse…
viloes do bem. falou tudo.

creio q msm na hora da morte ou proximo dela nao podemos deixar d atuar. temos q encerrar o espetaculo em grande estilo.
letícia akemi disse…
adorei!
"E só deixamos de ser hóspedes, quando não mais precisamos atuar."

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito