quando eu era criança...

Quando era criança não tinha medo de cair. Atravessava a ponte do parque com os braços abertos, porque uma vez escutei que isso não deixava o equilíbrio cair. O meu objetivo era chegar ao outro lado da ponte; mas o que eu queria mesmo era cair e me afundar na rede de elástico. Quando era criança adorava sexta feira. Ir pro colégio e poder se esconder nos lugares estrategicamente escondidos que para entrar era preciso amarrar o cabelo, encolher a barriga e fechar os olhos sem se preocupar com as manchas pretas de poeira na farda. Tomar nescau, limpar os dedos gordurosos na calça, fazer uma bola com a blusa e jogar na pia...fazer tudo isso sem preocupar! Afinal, não tinha aula no sábado! Quando era criança não gostava de escrever. Preferia aprontar e matar meus pais de susto. ;)
.
p.s: Perdi a chave do meu baú de idéias. O furo que tem só permite a entrada de coisas retas a serem entortadas. A saída está interrompida. Por isso, o chapéu está sofrendo esse déficit de textos. Fora isso, ele está bem e eu também.
beijo torto!

Comentários

E quando eu era criança, gostava de tocar trombone na banda da escola. Todo santo dia havia ensaio antes da aula, e eu só nunca jamais faltei à escola justamente por causa do glorioso ensaio da Banda Marcial do Colégio Capitão Lemos Cunha!

=D
Marcos
m.Leal disse…
kkkkkkkk'
se o teu ta com deficit imagina o meu =X

:D
Smiri disse…
Tenho saudade da minha infância!

Você tá igual eu.. Minhas nuvens andam nubladas! rsrs

;***
Thiago Assis disse…
qnd somos crianças somos felizes em essencia =]
Amanda disse…
ei.. meu sonho era cair na rede de elástico oh ;x hauhauhauha
aaaaaamo mana
Avilla Filho disse…
Só pra matar de inveja, eu já cai naquela rede de elástico, mas não, eu não queria que isso acontecesse, foi pura mazela. Acho que eu era uma criança careta, adorava estar limpinho.

Postagens mais visitadas deste blog

tereza, não ames!

há de se ter um jeito

Carta para o meu avô