Acorda, preguiça!

Silêncio.
O Chapéu está acordando de um sono angustiante.
Um sono onde era proibido combinar palavras.
Sonhando um sonho sem letras.
Onde cartas não poderiam ser escritas, declarações de amor não poderiam ser feitas.
Ele acordou.
Um barulho alto veio da rua e o despertou.
Torto Chapéu sonâmbulo.
Dizem que não é bom acordar sonâmbulos.
Mas eu acordei e...
Chapéu voltou ao normal!
Surtado e meio.
.
saudade de passar horas aqui.
beijo torto e até depois de hoje!

Comentários

Thiago Assis disse…
tem outro selo pra ti no meu blog
Tiago P. disse…
Gostei do desenho no topo. Mto criativo.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito