7. Ansiedade

Relógios são teimosos. Sem eles, o tempo seria mais livre para passar sem ser vigiado e nós inventaríamos algo para fazer enquanto a hora certa não chega. Mas eles existem e prendem nossa atenção, principalmente, quando queremos que o ponteiro da horas tenha a agilidade dos segundos. Que horas é esse mais tarde?
.
venha aqui mais tarde.
se não puder sair de casa,
.
Mais tarde...depois da tarde vem a noite. Uma parte já decifrei, mas a noite é grande e tem muitas horas. Se não puder sair de casa...posso sair de casa até a hora de meus pais forem dormir, isso acontece lá pelas dez horas. Ainda são três da tarde e alguma coisa que me deixa inquieto, com uma vontade de girar o botão do relógio, sem sono está tomando conta do meu esqueleto de criança. Mamãe chama isso de ansiedade - os adultos têm nome para tudo. Se eu trancar a porta do quarto, foi para a varanda e gritar para o alguém do terceiro andar que estou sozinho, será que o alguém vai falar comigo?
Eduardo ficou ansioso durante todo o dia. Quando ficava assim, passava constantemente a mão pelos cabelos o deixando mais assanhado que o normal. Tentou dormir, mas cochilava alguns minutos e acordava assustado olhando para o relógio desejando que uma hora tivesse passado. O fato de existir alguém lá em cima, o deixava curioso e com um medo de quem não sabe o que é, mas acha que vai gostar. Depois de muito lutar com a tal ansiedade e a vontade de quebrar o relógio, Eduardo dormiu. Sua mãe foi até o quarto e se deparou com o seu filho dormindo no chão apenas com o travesseiro protegendo sua cabeça do chão duro. Não quis acordá-lo; o pegou como se ainda fosse um bebê e o colocou na cama. Os pés estavam sujos, os dentes não tinham sido escovados, mas ela nem lembrou dessas coisas naquele momento. Eduardo é uma criança e devia estar muito cansado das brincadeiras de hoje.
Já está escuro! São onze horas da noite! Será que o alguém já dormiu?
"pssiu, pssiu... eu não sei assobiar! eeeeeei aparece, não posso ficar gritando aqui; papai pode acordar!", "Pensava que não vinha mais. Vejo que não pode sair mais.", "Você disse que ia me ensinar uma forma de subir sem usar as escadas", "Não falei em escadas...", "Dá pra falar logo? Está frio aqui!", "Espero que não tenha medo de altura...Suba na grade da varanda ali naquele canto. Na parede, existe uns ferros em forma de U. Coloque o seu pé no primeiro ferro, você não é tão pequeno, vai ser fácil alcançar.", "Vou subir nesses ferrinhos?", "Deixa de ser medroso; é seguro, já usei quando peguei seu livro emprestado...", "Não sou medroso! Só tenho medo de cair.", "Medroso...", "Me segura!", "Segura firme no ferro da minha varanda e caia para dentro."
Cair na varanda dos outros como pedra é muito dolorido, mas vou me acostumar. O terceiro andar é igual o segundo andar, só que não tem móveis, tapetes, nem fotos grudadas na parede.
"Como é seu nome?", "Lia?", "Mas Lia é nome de menina.", "Eu sou uma menina.", " Como? Você é uma menina e não tem medo de ficar aqui sozinha no escuro?", "O escuro não é nenhum monstro.", "Mas tem monstros no escuro...", "Você já viu algum?", "Não...", "Como sabe que tem?" "Não dá pra ver no escuro...", "Dá sim é só ficar atento." "Está falando igual ao Senhor Neo. O escuro é para dormir", "Você é um medroso", "E você é uma menina!", "Uma menina corajosa que sabe coisas que você não sabe.", "Sabe coisas que eu não sei? Mas você não é um adulto.", "Crianças tem os seus segredos...", "Eu tenho também?", "Você que tem que descobrir.", "Você fala como o Senhor Neo.", "É melhor descer, está com sono", "Não quero descer e nem estou com sono. Quer brincar?", "Hoje não...Amanhã você volta?", "Volto se você brincar comigo, conheço brincadeiras incríveis!".
Eduardo desceu. Estava sem sono. Queria muito ter ficado lá em cima com o alguém do terceiro andar. O alguém não, a menina do terceiro andar.

Comentários

bozo. disse…
olha é uma menina. =O
quero ler o 8,9,10...
=X
Lucas disse…
Finalmente alguém do terceiro andar, "O alguém não, a menina do terceiro andar."
Eduardo teve que aprender sozinho que paciencia exige prática hehe ansiedade é dura de se lidar, principlmente quando somos criança...

Curti lá embaixo hehe tem um conceito filosofico que diz que só porque você não vê algo isso não quer dizer que esse algo não exista... você já viu a china? hehe como você pode garantir que ela existe?

Bjxxx
Thiago Assis disse…
Tudo bem, colocando quem fez está tranquilo ^^
É uma honra saber que o que escrevi serviu para outra pessoa que não eu ^^ Muito bom saber disso =]
Não conhecia teu blog ainda, eu acho Oo Pelo menos não o tenho adicionado ainda.. ^^

Não vou comentar sobre o teu post agr pq antes vou ter q ler os capítulos anteriores ^^
(se entendi bem os capítulos são esse enumerados, no caso esse é o sétimo, correto?)


Thiago Assis,
www.thiagogaru.blogspot.com
Tih... disse…
Vc escreve mto bem. Gostei do seu blog. Vou me tornar um seguidor, ok?
m.milena :) disse…
UMA MENINA? Jurava que era um adulto do sexo masculino. aieheuh Errei tudo.. é uma criança, uma menina. Ah, adoro surpresas! E QUE VENHA O OITAVO CAP :)

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o meu avô

tereza, não ames!

há de se ter um jeito