Reatei relações com um amigo hoje. Não que nós estivéssimos brigados, ou coisas do tipo, a distância e mais algumas coisas que não sei dizer contribuiram para tal rompimento. Ao falar com ele, deparei-me com um visitante do chapéu. Ele o visita de vez em quando e diz gostar das palavras aqui escritas. Interessante rapaz, a conversa fluiu melhor do que com alguém que vejo sempre. Então, bom amigo espero que sejamos mais regular com nossas conversas.

Último dia de férias. Daqui 30 horas terei que acordar, vestir a farda, comer alguma coisa e rever meus amigos, conhecer mais profudamente a minha terceira apostila, enfrentar a suposta fila da cantina, me deparar com as matérias atrasadas provinientes dos meses passados e pagar uma multa na biblioteca. Tenho uma terrível mania de esquecer o dia de entregar os livros. E mesmo sendo uma frequentadora assídua, a mulher de lá não tem pena e nem dá desconto. Exige tudo. Bem feito pra mim! Quem mandou perder o papel que ela me entrega que diz o dia da devolução?

- Quem sabe, essa não será a minha cara ao acordar segunda?


Falando de férias, da nostalgia do último dia, te pergunto: qual extravagância você fez nesse mês? Vale tudo, até ter dormindo demais, ter assistido quase todos os episódios do bob esponja, ter tentado educar um cachorro e ter conseguido que ele, pelo menos, sente só porque você está sentado (não que isso tenha acontecido sempre), ter passado um dia sem tomar banho, ter comido demais, demais mesmo, ter estudado alguma coisa ou ter lido o mundo de flora duas vezes porque não entendeu de primeira. Bem, acabei de citar algumas das minhas. Se quiser, pode citar as suas, vou ler com toda a certeza.

Ao ver a minha lista de músicas percebo que já perdi as contas de quantas vezes escutei as músicas que estão lá. É tanto, que já sei qual será a proxíma música. O problema é que só lembro de baixar quando estou longe do computador. Escuto, gosto, anoto um trecho no celular ou fico repetindo para não esquecer. No entanto, só lembro que fiz isso depois de muito tempo, quando, sem querer, não estou a fim de escutar música.

Comentários

bozo. disse…
quem sabe essa num será a nossa cara o dia todo?
heauheaueahueah
também sou assim pra baixar musica, só me lembro quando tou longe do computador. =P
e que chegue segunda. ¬¬
;*
Mayara Cristine disse…
eu ensaiei, me alonguei, passei mto tempo na internet, andei de bicicleta, passei dia sem tomar banho, sem escovar o dente :x kkkkkkkkkkk
um monte de coisinhas... ai, já tá dando saudade! ;/
H.Riedel disse…
vai começar. :]
Felipe disse…
Então minha cara vai ser essa?! Até que tá bonitinho'
Avilla Filho disse…
É, infelizmente nossas cinco amadas semanas de férias estão no fim, óh!
Mas a escola; apesar das aulas muitas vezes desgastantes, professores chatos, colegas chatos, filas e acordar cedo; tem sempre aquele lado legal; os amigos, a edificação de uma cultura mais sólida, o aprendizado e quem sabe, a passagem no temido vestibular e o início da vida adulta, de fato matéria atrasada não falta, mas acho que ninguém consegue estudar todas as apostilas e ler os dez pequenos e simples livros da ufc, então, contemos com a sorte e com o JC lá de cima \o/
é, excessos foram cometidos, meu novo buchinho(até que eu gosto dele) está aqui pra provar isso, afinal se eu não me livrasse dos esportes não poderia curtir integralmente as férias, e como foram curtidas, mas tudo isso, inclusive o buchinho, cujo batizei carinhosamente de ruffus, acabam amanha, com a volta da rotina e da disciplina.
Espero conversar contigo maaaaais vezes.

Postagens mais visitadas deste blog

tereza, não ames!

há de se ter um jeito

Carta para o meu avô