tudo, menos o seu nome.


Ia colocar umas palavras que eu escrevi hoje, mas os papéis não estão comigo aqui. Deixa pra outro dia. Você, com toda certeza, já teve um apelido na vida. Nem que seja aquele que sua família lhe chamava quando você era pequeno, gordinho e bangelo. Tem mãe que passa nove meses pensando num nome bonito para o filho, compra revistas, pesquisa o significado em sites esotéricos e procura um nome fofo, forte e que dê sorte. Ai vem um infeliz, reduz o nome o máximo possível e mais rápido que um ventilador no três o nome do coitado é extinto de sua vida social. Tem apelido que é a cara do dono, basta olhar para a pessoa e deduzir o apelido sem sacrifício. Tem apelido de namorada, aqueles fofinhos, que só você e muitas vezes só a namorada acha bonito. Tem apelido implicante, aquele que tu faz questão de chamar aquela criatura insuportável que só atrapalha tua vida. Tem apelido criptografado, que só quem colocou entende. Tem apelidos relativo com o tamanho da cabeça, do nariz, dos olhos e outros. Tem apelido horrível mesmo! Tem uns que facilitam nossas vidas, porque não posso esquecer de citar aquelas mães que colocam em seus filhos nomes grandes, complicados e insoletráveis. Nessas horas, um apelido é essencial. Tem gente que já se apresenta pelo nome reduzido, como é o meu caso. Bel, por favor. Meu nome é para os íntimos, muito íntimos! Tem apelido com terminação da moda. Você e metade do colégio tem no nome o mesmo sufixo. Tem apelido momentâneo, basta você aparecer com um corte de cabelo péssimo, ou com o cabelo pintado de azul com mechas laranjas. Pronto, todos vão lhe chamar de a menina de cabelo pintado de tal cor! Caso você não goste do seu nome, é só pintar o cabelo todo mês de uma cor diferente. Tem apelido que deixa o dono danado de raiva, com vontade matar quem o chama assim! Tem até apelido sagrado. Tem apelido que relembra o seu passado e como amigo é bicho implicante continua te chamando até hoje, e tu até gosta e esquece que tem nome. Tem apelido de irmã pequena que não sabe chamar o nome do irmão. Tem apelido sem noção, que surge do nada e permanece até o dia da tua morte. Tem apelido que a mãe do dono não pode saber. Tem apelido de vó, aquele bonitinho, fofinho e engraçadinho que tu adora ser chamado quando está com a paciência enorme. Tem apelido que surge na hora da raiva, aqueles que tu tira do fundo da tua mente e só pára de falar quando a criatividade acaba. Enfim, quem não tiver um apelido é porque não nasceu ainda.

-A arte lá em cima quem fez foi o bozo. Qualquer reclamação, ou se ele esqueceu o seu apelido vá reclamar com ele!

Comentários

Avilla Filho disse…
É, e ainda tem o fato que em apelitos odiosos, o melhor é não ligar.
aheuaheuaehaeuhaeuhaehaeuahe
eu tenho muitos, nenhum que me cause orgulho e o dos nomes grande, de fato, tenho uma amiga que tem o sobrenome de wirtzbiki, a chamamos de wirtz, porque enfim.
o nome dela é pior que isso

ps: lupita é lindo
aheuaehuaeh
bozo. disse…
ótimo post amiga. mas a melhor parte é a imagem. *-*
ficou tosco, eu sei heauaehuaehuea

"Tem apelido que relembra o seu passado e como amigo é bicho implicante continua te chamando até hoje, e tu até gosta e esquece que tem nome."
essa história é conhecida =X
haeueahuae

beiijo amiga. ;*
Milena disse…
nena.. meu irmão nao sabia falar milena quando começou a falar e me colocou esse apelido. mamãe e papai invejaram, aeuhueh começaram a espalhar. dps eu entrei na escola, meus pais iam me buscar e falam "vem nena" e os prefessores e amigos começaram a pegar tbm.. e pronto! até hoje.. e o "nenaxinha" aí foi eu, num momento de pirangagem dos flogs, onde a moda era fulanaxinha eu botei nena + xinha.. aí rolou ne? hehe =) obrigada por botar meu apelido aí belzinha, super beijo, amei tudoo, aehueh :*****
Gustavo.H disse…
Bel teus textos são muito maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaassa
tu devia era escrever livro pra mandar pra ufc e trocar aqueles besta réi ¬¬
xD
Nido. disse…
Bom, quando minha adorada mãe batizou seu filho com o nome de Sivanildo (eu), receber o apelido Nido (eu também) foi a melhor coisa do mundo. ^^

Obrigado pelo elogio ao meu Blog!
Mayara Cristine disse…
Eu nunca tive um apelido assim que 'pegasse', tirando o mamaxinha (PREFIRO NÃO COMENTAR!) que era/é um terror, mas releva-se porque tbm foi na época dos flogs. Algumas pessoas me chamam de 'mama', tipo tu, e eu gosto!

E tu esqueceu de colocar teu apelido aí né? Aquele, o Isabelle Cristhinne.. é, porque pra mim teu nome é Bel e teu apelido é Isabelle Cristhinne :) uehuehe É o nome artistico!
Jonathan Silva disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Jonathan Silva disse…
Vixee....eessseee negócio de apelido já me deu tanta dor de cabeça,ainda mais eu,que tenho um nome relativamente diferente e ainda gosto de "frescar" com o nome dos outros...já coloquei apelidos únicos em amigos,que na verdade foram batizados novamente putz!

Pois então...está divulgando e não sei se a senhora notou,mas seu bloguxo já está bem acessado,chein de recadinhos....só quem pode né Cris,Bel,Bebel,Lele,inne,Flor,aff...o menina pra ter apelido!?!~^


Ei gostei do poste,é um assunto bem bolado!



Xerú....
Babi =) disse…
eu sempre quis ter apelidos que pegassem e nunca tive. ás vezes eu fica inventando alguns, achava esse negocio de apelido o máximo! ai um dia a lorena me chamou de babi e pegou! eu gosto. parece coisa ate doido, mas ás vezes é como se eu fosse duas pessoas: bárbara e babi. elas são bem parecidas mas tem suas diferenças. agr to num momento bárbara :) auahsheiua.


o patetiando está entregue as baratas, nao queria desfazer o bmb, nem vou =) amo voce, isabelle!

Postagens mais visitadas deste blog

tereza, não ames!

há de se ter um jeito

Carta para o meu avô