Dercy


Agora, não é tão importante o que ela fez de louco por esse mundo, só importa que ela foi o que foi e todo mundo a conhece, nem que seja por um palavrão falado sem nenhum privação. Muitas vezes, pelas notícias que via por aí, me surpreendia a sua alegria. Desculpa, mas estou sendo injusta. Alegria é besteira perto dela. Se daqui pro final do texto eu achar uma palavra que possa descrever suas ações eu coloco aqui.
Para ser sincera, nunca fui atrás de conhecer com detalhes seu trabalho. Mas sempre tive uma imagem dessa mulher, e acho que vou continuar tendo. Eu a acho com cara de imortal. Sério mesmo, eu quando nasci ela já tinha seus 80 e poucos anos. Cresci com essa mulher sendo, milhares de vezes, mais animada que qualquer menino em festa de aniversário que tem muito bombom pra comer. A bonitona da foto, morreu hoje com 101 anos. Quer dizer, com 103, dizia ela que seu pai a tinha registrado com atraso. Não interessa. Poder dizer pra alguém que tem mais de um século, já é um grande previlégio.
Tenho fé que ainda vou dizer isso e escutar muita gente falando isso, não é amigão aí de cima?
Sinceramente, não sei se ela foi para um lugar melhor, como todos dizem, mas, tenho quase certeza, que o lugar que ela foi ficou bem melhor, ou pelo menos, mais animado! Parabéns Dona Gonçalves, tem muito coração que no fundo pulsa por você.
ah, não consegui achar a palavra, mas vocês entenderam, acredito.

Comentários

Katia Borges disse…
huuuuuuuuuum.. gostei gosteeei.
amanhã, se tu vier pra cá, a gente vai detonaaaar na cozinha. huahuahua.
aaaaamo

/dinha
Mayara Cristine disse…
com certeza, muitos corações pulsam por ela... e ela foi/é uma inspiração pra muuuuuita gente! também acho ela com cara de imortal ;x :D
Camila disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Postagens mais visitadas deste blog

tereza, não ames!

há de se ter um jeito

Carta para o meu avô