o diabo que não veste prada

-Me deixa que hoje estou sem paciência.
-Ah se fosse só hoje...
-Como é, Flávio Júnior?
-Não me chame de Flávio Júnior! Você sabe que eu não gosto!
-Chamo do jeito que eu quiser! Vá reclamar com sua pai, foi ele quem escolheu esse nome para você.
-Papai já não entende mais nada, o Alzheimer está acabando com ele.
-Então, você está ferrado para sempre, Flávio Júnior! Para sempre!
-É seu sogro que está doente! Você deveria, ao menos, ter um pouco de compaixão por ele!tão
-Você falou, Flávio Júnior! Ele é meu sogro!
-Papai nunca fez nada com você! E não me chama mais Flávio Júnior! Vou te chamar de gorda e você não vai gostar.
-Pode me chamar de gorda, Flávio Júnior, aproveita enquanto eu não fizer uma lipoaspiração. Quando eu emagrecer, você não vai mais me chamar de gorda e vou fazer questão de de dizer: Flávio Júnior! OLha como eu estou magra.
-Essa sua barriga? Querida, só se ligarem um aspirador de gordura em você por um mês...
-Flávio Júnior, melhora. Lipoaspiração é coisa chique.
-Se me chamar mais uma vez por esse nome, eu...
-Vai fazer o quê? Diz, Flávio Júnior! Diz, que eu te mando pro inferno em dois segundos!
-Minha entrada no céu está garantida. Pode me mandar pro inferno, o diabo não me quer lá.
-Você é tão ruim que nem o capeta te quer, Flávio Júnior! Agora eu ri.
-O quê? Não é por isso não.
-É tão por que é?
-No dia que eu inventei o casar com você, recebi uma mensagem do diabo: Flavinho, se você casar com essa mulher, vou para sempre lhe achar um traidor! Entendeu, mulher?
-Claro, Flávio Júnior, faço você ir a missa todo domingo.
-Alegria de pobre besta dura pouco. Deixa de se achar, coisa ruim!
-O que é, Flávio Júnior?!
-Você é tão maligna, peversa, traiçoeira, venenosa, perigosa e feia que o diabo se sentiu trocado por você.
-Flávio Júnior! Você me paga!
-Tenho dinheiro não.
-Você recebeu dinheiro ontem!!! Cadê?
-Dei para a caridade.

Comentários

pegou mesmo o embalo do Verissimo, parabéns!

tenho um chapéu prada de palha (rasgado), um ramenzoni de pêlo de coelho (apertado) e um cury de feltro (único que me serve, número 60!). quando tomo coragem, saio na rua com o de feltro, que é da aba curta e só vejo velho usando. não faz mal, conservo-o bem, e usá-lo-ei quotidianamente se longevo Deus me fizer.

=D
marcos
YullyAngel. disse…
kkkkk
meu deus eu conheço gente assim!
Caio Timbó disse…
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahahahahahahahahahahahahahahaha!
ui! cai!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkka
Morri sem ar de tanto rir!
GrandeR@O disse…
hauuhauhahuhauhuahuauhahuahuhuahuauhahuauhahuahuhuahuahuahuahuhauuhauhahuahuauhahuuhauha

adoro esses seus textos
Flor disse…
Isso me fez lembrar das brigas ridículas que eu tinha com meu ex-namorado:

-Wesley, seu idiota, eu te odeio.
-Jaqueline, JAQUELINE, JAQUELINE.

Ele sabia o quanto eu odiava que me me chamassem de Jaqueline.

=)

Beijo grande.
P.S.: Você sabe meu nome agora, porque odeio falar.
Flávio Júnior é o cara.
may disse…
Por isso que eu simplesmente desconsidero a idéia de casamento... ASDHOIHAIODSHOIADS :*
Denise disse…
Talvez por que goste de coisas tortas e esse chapéu o é...
Não sei sei q vim e gostei MUITO

carinho

Denise
Amanda Luíze disse…
Quanto amor... Meu Deus!
kkkkkkkkkkkkkkk

Bj

Postagens mais visitadas deste blog

tereza, não ames!

há de se ter um jeito

Carta para o meu avô